Acerca de mim

Lousada, Porto, Portugal
Pudesse faze-lo e mudaria a minha forma de ser, mas nunca a minha forma de pensar. Mudaria sim a forma de sentir as palavras, os gestos, e principalmente, o silencio...

domingo, 7 de junho de 2009

Tempo


Quando o tempo parar, hei-de medir a distância entre o que disse, e o que senti, entre o que quis, e o que fiz. Hei-de observar os pormenores dos momentos, de sentir o calor dos espaços, como se ainda não tivesse passado por eles. Hei-de relembrar a cor, a textura. Hei-de poder voltar a face e encontrar tudo o que já passou. Transportarei para o futuro, os momentos que são passados, mas, mesmo passados, desenham ainda expressões na face de quem os recorda. Pois, se o passado tem esse poder, farei com que o futuro se trace de igual forma, com os sonhos, com os desejos…
Mas enquanto o tempo não pára, peso o que digo e o que sinto, o que quero e o que faço, com a certeza de que não meço distancias, apenas pondero, pouco, por vezes, sem me lembrar de que a distância que incutimos em tudo o que fazemos, faz depender o seu traçado sinuoso, do sucesso que pode ser a sua caminhada.
E como o tempo não pára, não penso no que passou, nos momentos que lá atrás se situam, pois o tempo que me levam, é precioso demais, pois só com ele posso planear, sonhar e traçar as linhas do futuro, que de mim dependem. Em tudo o que me ultrapassa, abstenho o meu pensamento. Simulo a ausência de um sofrimento, por algo que, ainda não acontecido, certo é.
O tempo. Oferece a esperança para o futuro que se avizinha, a saudade de um passado que, com toda a certeza o é, e a incerteza de um presente que, daqui a nada se torna passado, sem que tenhamos a oportunidade de parar, pensar, agir e aproveitar cada segundo que nos separa do passado, que nos mantém no presente, e que nos aparta do futuro.
O ontem já é passado, o hoje é passado, presente e futuro, e o amanhã é futuro.
Mas quando o amanha chegar, hoje será apenas passado e as palavras não podem ser alteradas, caladas ou ditas, as lágrimas não podem ser recolhidas, os sorrisos oferecidos, e as mãos não se podem tocar.

22 comentários:

Juliana Lira disse...

Menina perfeição tem nome,chama-se "Silenciosa inspiração".
Pode ter certeza que eu vou voltar, pois sua poesia é encantadora...

Mil beijos

Fragmentos Betty Martins disse...

._____________querida Margarida



.tão [IM]certo.tão [In]concreto.tão absoluto.tão [IM]perfeito_______________este tempo



palavras para reflectir______as tuas___...





____________________///









beij0______tern0
bSemana

R.G. disse...

muito sentido...

Beijo perdido

poematar disse...

Que haja sempre lugar para as mãos tocando-se. Adorável texto. Visita-me? Tudo de bom.

Ailime disse...

Margarida!
Uma flor que aprecio, uma flor simplesmente que me traz muitas recordações!
Nesta tua "silenciosa inspiração" deixo-te um beijo e sempre que os teus olhos gotejarem podes contar comigo para te ajudar a secar a mágoa do tempo!
Amanhã gostaria que amanhecesses sorrindo.
Beijinhos.

P.S. Grata pela tua visita.

Anónimo disse...

Viver do passado é uma verdadeira heresia perante as virtualidades do presente... Olhar para trás, ao contrário do que é propalado desde os tempos dos demagogos gregos não beneficia em nada o desenrolar da nossa vida... O nosso destino não se escreve com base no que foi o passado mas com as atitudes, decisões e ambições do presente! O tempo é uma falsa questão!! Acredita!! O ser humano reflecte as atitudes imediatas e nao as mediatas!! O que nos rodeia, o que se passou, e o que se passará são meros floreados numa imensidão dum caráter e uma consciência que nos são muito próprias e são incindíveis à condição humana!!
Luta pelo que queres alcançar.. Sê aquilo que és e acima de tude vive a vida!! Esta última é efémera demais para ser pensada com complexidades desnecessárias...


Uma vez um velho sábio disse:
"Olha para o que eu digo, não olhes para o que eu faço"..

Assim se ponderares bem.. Facilmente roçarás limites de felicidade que até hoje não encontras-te.. O bem-estar será uma constante e acredita que passarás a mensagem a todos os que te rodeiam sem precisares de dizer uma única palavra...


Aquele que te ama e lutará sempre para alcançar a plenitude do amor que nos une:

Pedro Gonçalves

Sniqper ® disse...

Um texto com um imenso sentido do tempo...
Esse que na sociedade da globalização de tão imenso que dizem ser deixou para trás o sentir...
Sentimentos...
A energia que move a vida e que nos dá tempo para reflectir e continuar com tempo para viver mais e sempre...
Profundamente...
Gostei de te ler...

Fragmentos Betty Martins disse...

._______querida Margarida




tempo





de



aMar



senTir




.e





deixar.que.nos.aMem_______[...]



_________________///




deixo


um______:=)







e




.um_______beijO___ternO

Å®t Øf £övë disse...

Margarida,
O tempo é sempre o nosso maior aliado, para depois podermos analisar o que ficou para trás com a devida distância temporal, e tirarmos a nossas próprias conclusões.
Mas apesar de tudo o mais importante é viver o hoje... o agora...
Bjs.

Juliana Lira disse...

May

Realmente me mudei estou no www.perdiochao.blogspot.com, o outro vou fechar em breve.

Quando teremos novos e fabulosos textos?

Mil beijos

João Pinto Costa disse...

Gostei do teu blog.

O meu chama-se

http://maildeumlouco.blogspot.com/

Espreita...É grátis...

Tony Madureira disse...

Lindo! Gostei, voltarei.

Abraço

EspaçodasLetras disse...

Somente agora conheci o Silenciosa Inspiração e gostava de lhe reconhecer a bonita escrita que reproduz, por esse motivo deixo-lhe um presente no meu. Apareça!

Silêncio Prateado disse...

Tens um cantinho lindo, e uma alma adorável.
Gostei de te visitar, vou voltar.

Beijinhos

Ailime disse...

Santo Natal.
Muita Luz e Esperança no teu coração.
Um beijinho.
Ailime

Ailime disse...

Passo para deixar um beijinho.
Ailime

Ailime disse...

Passo para deixar um beijinho.
Ailime

Lyra disse...

Olá,

Encontrei este sitio absolutamente delicioso para se desenhar, "desabafar" e descontrair :o)

Percebi que não é preciso sabermos desenhar bem para ilustrarmos ou "escrevermos" o que nos vai na alma através do desenho...E às vezes é bem mais fácil desenharmos o que nos vai na alma em..."silêncio"

E pode-se sempre adicionar o desenho ao blog ou enviá-lo por e-mail a alguém.

www.sketchtag.com - visita - vale mesmo a pena! Divirte-te!


Até breve.

;O)

Lyra

Juliana Lira disse...

Venho pensando que o tempo é uma ilusão, sabe? Só existe o agora, amanhã é talvez...

Adorei vc lá no meu cantinho, me encantou!

Milhões de beijos

lampâda mervelha disse...

Basta apenas um segundo...

retiro o que disse... disse...

Gosto da tua escrita. Simples e harmoniosa.

Parabéns

Vera, a Loira disse...

Lindo. Adorei.